Cursos

Temperos e Especiarias na Digestão

Temperos e Especiarias na Digestão

com o Prof. Rogério S. Veiga
Carga horária: 01 hora - Online em vídeo
Formato do vídeo: Imagem do Professor + Slides + Voz
Aula Gratuita
Público Alvo: Nutricionistas, Estudantes de Nutrição e outros Profissionais da Área da Saúde.

Descrição:
Os Temperos e Especiarias fazem parte da Cultura Gastronômica há milênios. Além de melhorarem o sabor dos alimentos, eles acabam atingindo alguns objetivos Terapêuticos como a melhor Digestão.

Assuntos Abordados:
Atividades de temperos e especiarias:
- Na digestão dos alimentos;
- Antes e logo após a digestão;
- Nas enzimas digestivas

Como assistir:
Clique no botão inscrição. Se não for cadastrado, Cadastre-se.
Se já for cadastrado, insira seu email e senha criados para o site e será encaminhado diretamente ao vídeo.
Na "ÁREA DO ALUNO" você também terá acesso a "Ver Cursos com Inscrições Abertas", ao “Acesso aos Vídeos das Aulas e Cursos” e aos dados de seu cadastro.

Dúvidas e informações:
Caso necessite de outras informações escreva para contato@courses4u.com.br Enviar E-mail ou ligue para: 11 3807-8891

Rogério da Silva veiga

- Farmacêutico e Bioquímico membro da Comissão de Plantas Medicinais e Fitoterápicos – CRF/SP.
- Consultor em funcionalidade de ingredientes e registro de preparações alimentícias, formulações farmacêuticas e cosméticas.
Coordenador e professor do curso de “Pós-Graduação de Fitoterapia – Fapes“.
- Professor de “Farmacologia em Usos e Aplicações de Plantas Medicinais“.
- Mestrado: Universidade Estadual de Campinas – 2002, Departamento de Farmacologia da Faculdade de Ciências Médicas. Tema: “Bioequivalência de Duas Formulações de Fentolamina em Voluntários Sadios”.
- Doutorando: Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, Departamento de Patologia da Faculdade de Ciências Médicas. Tema: “ Avaliação de atividade sinérgica antimicrobiana em cepas de Staphylococcus aureus de preparações da Baccharis dracunculifoia DC. (alecrim-do-campo) e própolis-verde com fármacos antimicrobianos“.